Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘fatos reais’

Os fatos verdadeiros e fictícios do filme “Titanic”
O motivo mais forte que tornou o Titanic tão popular, foi o lançamento do filme que envolvia fatos reais e uma história de ficção no ano de 1997, dirigido por James Cameron. Antes disso ele já era conhecido, já havia inúmeros livros e filmes também. Mas muita gente confunde sobre o que passa no filme se foi mesmo verdadeiro. Então vamos separar os fatos, os verdadeiros e os fictícios.


Fatos Reais


Começando pelo começo do filme, as filmagens da expedição nos destroços não era cena: Era o Titanic mesmo. A equipe de James Cameron desceu aos destroços e capturou muitas imagens das quais algumas passam na trama. A réplica foi muito fiel ao navio: Cameron caprichou nos detalhes e praticamente refez o navio detalhadamente e estupidamente igual. A grande réplica foi feita em 90% do tamanho total do Titanic de verdade, o que proporcionou uma boa noção do tamanho. Aquele navio menor que aparece quando o Titanic está chegando a Cherbourg também existiu e existe até hoje: O SS Nomadic. Personagens da tripulação da White Star Line também eram reais: Bruce Ismay, diretor da White Star Line, Thomas Andrews, construtor do navio, os vigias Frederick Fleet e Reginald Lee, o primeiro oficial William Murdoch, o capitão Edward John Smith… Até mesmo passageiros como a inaufragável Margaret Brown, os ricaços John Jacob Astor IV, Benjamin Guggenheim, William Carter, entre outros. Falando nos Carters, o carro que ocorre a cena romântica existiu. Era um Renaut Town Car 1912, do qual possui um artigo próprio neste blog.
O processo do naufrágio do Titanic também foi bastante real, embora alguns crêem de que a angulação que o navio ficou antes de quebrar foi pouco exagerada. Particularmente eu diria o mesmo. Números também foram verdadeiros, como número de passageiros, sobreviventes e botes que voltaram. O navio resgate Carpathia também existiu, e seu tempo para chegar ao local também foi verídico.


Fatos Fictícios


Começando pelo começo do filme, a velhinha que dava o depoimento (a própria Rose) era uma atriz. Ela não foi sobrevivente verdadeira do navio como alguns acreditam. Jack Dowson também não existiu muito menos Rose Dewitt Bukater. Os amigos do casal, Fabricio e Tomy também não existiram. Cal Rockley também foi um rico personagem, e seu presente dado à Rose também foi pura ficção.

A réplica para o filme: 90% do tamanho real

Anúncios

Read Full Post »